Porto - O que ver no Porto - O que Visitar no Porto - O que fazer no Porto - Porto Portugal

Porto

Cidade Invicta

Cidade do Porto - Casa com ajulejos - O que ver no Porto - O que fazer no Porto - O Que visitar no Porto

Arquitetura

Cidade Carismática

Porto - O que ver no Porto - O que Visitar no Porto - O que fazer no Porto - Porto Portugal

Ribeira

Rio Douro e Vinho do Porto

Porto - O que ver no Porto - O que Visitar no Porto - O que fazer no Porto - Porto Portugal

Casa da Música

Edifícios de Referência

Porto - O que ver no Porto - O que Visitar no Porto - O que fazer no Porto - Porto Portugal

História

Cidade com Caráter

Arrow
Arrow
Slider

CIDADE DO PORTO

A cidade do Porto (Portugal) situa-se no norte do país e é a sua segunda mais importante cidade. É muito rica em história e conhecida mundialmente pelo seu vinho (Vinho do Porto), as suas pontes, a arquitetura contemporânea e antiga, a qualidade de seus restaurantes, pela sua gastronomia e seu centro histórico classificado como Património Cultural da Humanidade desde 1996 pela UNESCO.

Construída nas margens do rio Douro, a cidade tem uma forte relação com o seu rio.

Desde construções projetadas por arquitetos e engenheiros de renome (Gustave Eiffel, Nicolau Nasoni, Rem Koolhaas, Siza Vieira, Théophile Seyrig) até edifícios representativos de vários estilos arquitectónicos (rococó, barroco, neoclássico, ...) esta cidade é rica em locais de grande beleza e história.

Nós queremos que você se apaixone por esta cidade por isso vamos ao longo deste website sugerir, O que ver, O que visitar, O que fazer, na cidade do Porto.

Nós também lhe daremos informações sobre transportes (avião, metro, táxis) e os locais a visitar (horários, preços, recomendações).

Queremos ajudá-lo a organizar a sua visita para que possa descobrir a cidade, o seu rio Douro, a sua comida, seu vinho e sua gente.

O Porto tem um encanto próprio, que é digno de sua visita.

 


Principais motivos para visitar: Vinho do Porto, arquitetura e gastronomia.
Principais atrações: Torre dos Clérigos, Ponte Dom Luís I; Zona ribeirinha.
Dias a ficar: Mínimo de 3 dias.
Lembranças (sugestões): Garrafa de Vinho, azulejos pintados à mão; Barco Rabelo miniatura, Barril de vinho em miniatura.
Melhor época: Primavera / Verão. Nossa sugestão 23-24 de Junho, a noite de São João - a principal festa da cidade.

ONDE FICA E COMO CHEGAR

O Porto fica situado na costa norte de Portugal e é a segunda maior e mais importante cidade do país. É inclusive a cidade que deu o nome ao próprio país, a qual em 200 a.C. se designava por Portus Calle, e posteriormente se tornaria capital do Condado Portucalense (868-1139). Situada junto ao rio Douro, o Porto é conhecido pelo seu vinho, mundialmente famoso, mas também pela sua arquitectura, tanto contemporânea como histórica, sendo o seu centro classificado como Património Mundial pela UNESCO, inclusive. Além disso, também a sua gastronomia se destaca por entre a gastronomia nacional.

Sendo um dos principais centros urbanos de Portugal, a cidade do Porto encontra-se servida por excelentes acessos, tanto terrestres como aéreos. Servido pelo Aeroporto Internacional Francisco Sá Carneiro, é possível chegar ao Porto a partir de praticamente qualquer local no mundo, principalmente através da TAP Portugal, da Ryanair e também da PGA - Portugália Airlines. O aeroporto situa-se ainda a poucos minutos da cidade, podendo a ligação ser feita através de transportes públicos, nomeadamente autocarro e, especialmente, metro. Do aeroporto ao centro histórico da cidade, por metro, a viagem faz-se em cerca de 25 minutos.

Por via terrestre, o Porto é servido por três auto-estradas, incluindo a A1, que faz a ligação com a capital, Lisboa. Isto significa que chegar ao Porto através de uma ligação aérea com Lisboa é também bastante fácil e rápido, demorando de autocarro cerca de 3 horas. Para além da Rede Expressos, que liga o Porto a todo o território nacional, também a InterNorte faz a ligação da cidade ao norte de Espanha e à região da Galiza.

Como alternativa, existe ainda o comboio. Operada pela CP - Caminhos-de-Ferro Portugueses, a ligação ferroviária ao Porto também é bastante rápida, regular e confortável, ligando a cidade a todo o país mas principalmente à Região vinícola do Alto Douro, onde são produzidos os excelentes vinhos do Douro e o Vinho do Porto.

Porto - O que ver no Porto - O que Visitar no Porto - O que fazer no Porto - Porto Portugal

PORQUE VISITAR O PORTO

Para quem visita Portugal e procura um destino que represente a verdadeira portugalidade sem se descaracterizar, então o Porto é a opção certa. O Porto é uma cidade bastante diferente de Lisboa. Apesar do seu carácter cosmopolita, tem uma personalidade mais vincada, aliando na perfeição história e modernidade.

Além disso, continua a ser um destino turístico relativamente barato, especialmente em comparação com a realidade europeia. Isso deve-se sobretudo à cidade do Porto ainda ser um destino escondido. Também o facto de ser a base da Ryanair em Portugal faz com que voar para a cidade do Porto seja relativamente económico. Umas férias aqui são, portanto, orçamentalmente vantajosas, especialmente para os jovens ou mochileiros, assim como para famílias maiores.

A melhor época para visitar a cidade é sem dúvida de Março a Outubro, para aproveitar a primavera e verão e o respetivo bom tempo. Uma vez que se situa no norte de Portugal, o Porto é uma cidade com um clima frio durante o inverno e marcado pela chuva e pelo nevoeiro. Contudo, também é verdade que Portugal é um país com um clima temperado e, talvez excetuando Janeiro e Fevereiro, não há propriamente uma altura muito fria que impeça uma visita à cidade. Além disso, ao optar por outra altura do ano que não Junho a Setembro está também a fugir à época alta do turismo e, consequentemente, dos preços mais altos e de quantidades maiores de visitantes, o que por vezes pode ser de certa forma incómodo ou aborrecido.

O QUE VER E VISITAR

São vários os locais obrigatórios a visitar na cidade do Porto, desde os pontos mais turísticos até a alguns segredos bem guardados do quotidiano portuense. O coração da cidade é a avenida dos Aliados, a principal e a mais larga artéria da cidade. A sua arquitetura, dos edifícios que a ladeiam a toda à extensão, marcam um vincado ar europeu, extremamente cosmopolita. No topo, ergue-se o edifício da Câmara Municipal, que é o remate perfeito para uma paisagem impressionante, de quem olha da outra extremidade da avenida.

O outro ex-libris da cidade é a Torre dos Clérigos, a mais alta de Portugal. Projectada pelo arquitecto italiano Nicolau Nasoni, no século XVIII, a torre é monumento nacional desde o início do século XX; sendo uma obra emblemática do rococó mais tardio. As suas formas exageradas e linguagem vernacular conferem-lhe um efeito cénico acentuado, que fazem dela um ícone da cidade. Além disso, do topo dos seus 240 degraus tem-se uma vista assombrosa da totalidade da cidade do Porto, que não deve ser ignorada.

Do topo da torre dos Clérigos é possível ver o rio Douro em toda a sua extensão. Na sua margem situa-se o bairro da Ribeira, provavelmente o mais típico e característico da cidade. De origem piscatória, a Ribeira é o local ideal para almoçar, com uma vista impressionante junto ao rio, ou para beber um copo de vinho à noite. Daí pode-se cruzar o rio até à outra margem, pela Ponte de D. Luís, outra das visitas obrigatórias de quem visita a cidade do Porto. Construída no século XIX, esta ponte é um exemplo arquitectónico de excelência do período do ferro, tendo sido projectada pelo engenheiro belga Théophile Seyrig, antigo colaborador de Gustave Eiffel.
Ao atravessar a ponte de D. Luís, chegará a Gaia, onde ao longo da margem se estendem a várias caves do famoso vinho de Porto. Este é um vinho naturalmente doce, e ligeiramente mais forte que os restantes vinhos, com uma popularidade internacional imensas. As várias marcas disponibilizam visitas guiadas às suas caves e provas de vinho, o que fazem desta visita um “must see” na cidade.

Além da história e da tradição, o Porto fica ainda marcado pela sua modernidade e contemporaneidade, marcada aliás pela escola de arquitetura do Porto e de grandes mestres como Fernando Távora ou Álvaro Siza Vieira, o primeiro Prémio Pritzker português. É, aliás, este último o autor do Museu Serralves, uma das mais importantes instituições de arte contemporânea portuguesa e mesmo europeia. O edifício, situado no igualmente bonito jardim de Serralves, vale por si só a visita, com o seu estilo racional, marcado pelas linhas geométricas, paredes alvas e uma perfeita integração com a envolvente.

Perto deste situa-se a Casa da Música, um verdadeiro ovni na arquitetura portuense. Projetada pelo arquiteto holandês Rem Koolhas, para o Porto Capital Europeia da Cultura em 2001, a Casa da Música é um edifício nobre atraente e anguloso, comparado ao exuberante Guggenheim de Bilbau pelo seu efeito arrebatador. Além disso, a sua programação musical é igualmente apelativa e de qualidade superior.

E já que estamos numa onda cultural, não pode deixar também de visitar a Livraria Lello e Irmão, situada bem no centro da cidade, junto da Torre dos Clérigos. Considerada uma das mais belas do mundo, tendo servido inclusive de inspiração para a livraria onde Harry Potter conheceu Gilderoy Lockhart, no livro de J.K. Rowling. No entanto, esta é apenas uma amostra ínfima do que visitar no Porto, já que a lista se estende por várias e várias páginas, dependendo dos intuitos do visitante e dos seus gostos.

Porto - O que ver no Porto - O que Visitar no Porto - O que fazer no Porto - Porto Portugal

O QUE COMER E BEBER

Já aqui falámos do famoso vinho do Porto. Visitar a cidade e não ir às caves e provar um copo de Porto é como ir ao Vaticano e não ver o Papa. Antes da refeição, como aperitivo, ou depois como digestivo, é uma bebida que deixa uma impressão forte e inesquecível.

Além disso, são vários os pratos típicos da gastronomia portuense que não deve ignorar. Começando logo, claro, pela típica francesinha. Esta espécie de sanduíche, composta por vários tipos de carne, destaca-se sobretudo pelo seu molho à base de tomate, cerveja e piri-piri. Pode (e deve) ser acompanhada por um ovo estrelado no topo e muitas batatas-fritas. É uma refeição bastante substancial, mas que deve ser provada no Porto, a cidade do país onde se provam as melhores francesinhas. São vários os locais na cidade conhecidos e reputados pelas suas próprias receitas de francesinha, mas é impossível decidir qual a melhor.

Outro prato típico do Porto e, basicamente, de toda a região norte de Portugal são as tripas à moda do Porto. Confecionado com as próprias tripas do porco, vários enchidos e tipos de carne e feijão branco, diz a lenda que este prato remonta à Época dos Descobrimentos Portugueses, quando a cidade cedeu à armada portuguesa toda a carne da cidade e a população apenas ficou com as respetivas tripas.

ONDE FICAR

Irá encontrar na cidade do Porto várias opções para a sua estadia, de acordo com os seus desejos e motivações. São várias as unidades hoteleiras, com diferentes classificações, mas também os hostel e o Alojamento Local (AL), para quem procura uma opção mais económica.

Assim, se procura ficar no centro da cidade, de forma a estar perto de praticamente todos os pontos fundamentais do Porto, procure por alojamento na zona dos Aliados. Daqui pode ir a pé até a algumas das principais atracões turísticas portuenses, como a referida Torre dos Clérigos, ou mesmo à margem do rio Douro e ao bairro da Ribeira, a meros 15 minutos. Obviamente que também encontra facilmente opções de alojamento nesta zona, ideal para quem quer ficar junto ao rio.

Contudo, essas duas zonas são um pouco mais turísticas do que, por exemplo, a zona da Boavista. Esta, mais afastada do centro histórico da cidade, oferece também boas opções de alojamento e conta com boas ligações para toda a cidade, seja por autocarro seja por metro (5 minutos até a Avenida dos Aliados). Além disso, encontra-se perto da Casa da Música, por exemplo. Outra opção é a zona da Praça da Batalha, que é menos central, mas cujo aceso aos Aliados é igualmente fácil e muito rápido. Além disso, fica ainda bastante perto da Rua de Santa Catarina, principal artéria comercial do Porto, onde as grandes marcas convivem com o comércio tradicional e vários vendedores de rua.

Caso queira ajuda a decidir, veja as nossas sugestões de alojamento perto de cada ponto de interesse do Porto.

Descubra a Cidade Invicta

História | Gastronomia | Vinho do Porto | Rio Douro | e muito mais….